Vestida de Luz

Vestida de Luz,  
é assim que te vejo! 

Mirando-te, 
vejo-te além de teu corpo! 

Sentido-te, 
vem-me o frescor da sutil brisa marítima, 
o perfume das rosas mais rubras, 
o sabor do néctar mais imponderável da Natureza! 

Perscrutando teus pensamentos, 
não encontro a mais ingênua censura 
a qualquer dos seres, por mais ínfimos, 
da Criação Divina! 

Sondando teu coração, 
não encontro senão solidariedade universal! 

Analisando-te em todos os aspectos, 
físicos e mentais, 
só me resta uma alternativa: 

és vestida de Luz, meu amor!

Poesia: Dr. Weimar Muniz de Oliveira
Imagem: Steve Halama (Unsplash)

Weimar Muniz de Oliveira
Últimos posts por Weimar Muniz de Oliveira (exibir todos)