Rogativa

Rogativa

Senhor, permiti-me dizer que eu vos amo,
apesar de minha mais ampla pequenez,
por tantas dádivas e muitas bênçãos, tantas,
que não posso nomeá-las de uma vez?!

A luz de Vossa presença, que não reclamo,
de Vos Ser, que não há dúvida  nem talvez,
pois como explicar-se, da Natura, quantas
coisas, e o Universo que se não fez?!

Vós, que nos tendes com o mais terno amor,
inobstante nosso orgulho, teimosia,
outorgastes-nos a mais franca fidalguia,

e também,  com a proteção de um mentor,
que nos orienta, nos inspira, nos vigia,
desde que com ele em plena sintonia!…

Poesia: Dr. Weimar Muniz de Oliveira
Imagem: Ali Arapoğlu (Pexels)

Weimar Muniz de Oliveira
Últimos posts por Weimar Muniz de Oliveira (exibir todos)